As pontes do Porto

As pontes do Porto

O Rio Douro é um dos ex-libris da Cidade do Porto e são muitos os que defendem que a melhor vista da cidade é a vista desde o rio. São 6 as pontes que hoje ligam as margens do Porto e Vila Nova de Gaia: 2 em ferro (1 delas com 2 tabuleiros) e 4 em betão. Uma das pontes está inativa, uma delas é ferroviária, outra é dividida pelo metro e outros veículos e as restantes são utilizadas para trânsito rodoviário entre as duas cidades.

A travessia entre as margens do Porto e Vila Nova de Gaia começou por ser feita através de barcas e barcaças. Mais tarde surgiu a necessidade de construção de uma travessia permanente e nasceu então, no ano de 1806, a Ponte Das Barcas. Esta ponte era constituída por 20 barcas ligadas por cabos de aço, permitindo a passagem de uma margem para a outra e, ao mesmo tempo, a passagem do tráfego fluvial porque facilmente se “abria”. A Ponte das barcas foi destruída por ocasião da fuga da população portuense ao exército invasor francês. Após este desastre, que causou largas centenas de mortos, foi construída a Ponte Pênsil, que foi desativada com a inauguração da Ponte D. Luís, em 1866. Esta ponte, com 2 tabuleiros, tem o maior arco do mundo em ferro forjado.

Ainda antes da construção da Ponte D. Luís, foi inaugurada a Ponte Maria Pia, que servia de ligação ferroviária entre Porto e Gaia e, consequentemente, Porto e Lisboa. Hoje, está inativa, tendo a ligação ferroviária passado para a Ponte São João, em 1991.

Em 1963 foi inaugurada a Ponte da Arrábida, batendo mais um recorde mundial com o maior arco em betão armado. Esta é, diariamente, a principal ligação entre as duas margens do Rio Douro.

A ponte mais a montante é a ponte do Freixo, inaugurada em 1995. Na realidade, esta ponte são duas pontes separadas por apenas 10 cm. Foi construída para minimizar o congestionamento nas pontes da Arrábida e D. Luis.

A 6ª ponte construída é a Ponte do Infante e nasceu para substituir o tabuleiro superior da Ponte D. Luís, entretanto de uso exclusivo do Metro. Liga o Centro histórico à Serra do Pilar.

As seis pontes podem ser apreciadas num dos muitos passeios de barco que percorrem o Douro desde a Ponte do Freixo até à ponte da Arrábida. Este percurso demora cerca de 1 hora.

(Visited 1.113 times, 1 visits today)
6 Junho, 2018 / ,
Comments

Comments are closed here.

Publicidade
 Instagram #heyporto
No images found!
Try some other hashtag or username
Subscreva a nossa newsletter!