Diversão

Desfile de trajes de papel está de volta à Foz do Douro
7 Agosto, 2019 / , ,

Há quase dois mil anos atrás, São Bartolomeu morreu esfolado na Turquia e hoje inspira uma curiosa festividade celebrada anualmente, em Agosto, na cidade do Porto.

As festas de São Bartolomeu são um dos eventos mais esperados da cidade, com atividades gastronómicas, animação e espetáculos musicais garantidos até ao início de setembro.
A tradição remonta ao século XVI, quando as populações locais tomavam banhos na expectativa de curar doenças como a gaguez, a gota ou a epilepsia.
Oficialmente, as festas de São Bartolomeu existem desde o século XIX.

As festividades em honra de São Bartolomeu têm como ponto alto o Cortejo do Traje de Papel. Com muito trabalho e meses de preparação, folhas coloridas de papel transformam-se em
autênticos fatos e adereços que enchem as ruas do Porto de cor e alegria.
O desfile termina, como é habitual, com um mergulho nas águas do Atlântico. Manda a tradição que o ritual “banho santo” inclua sempre sete mergulhos. Só assim os participantes poderão agradecer os favores de São Bartolomeu e esperar amplos benefícios de cura e proteção proporcionados pelo santo para o ano seguinte.
O desfile realiza-se já no próximo dia 25 de agosto e o tema da União de Freguesias de Aldoar, Foz do Douro e Nevogilde será uma Homenagem a Sophia de Mello Breyner Andresen no seu Centenário.
Este é um dos eventos mais originais da cidade e do país, e uma tradição única no mundo que, ano após ano, atrai um número crescente de participantes, tanto nacionais como internacionais

Oferta multidesportiva no mais eclético dos clubes
1 Abril, 2019 / ,

Um clube eclético que representa Porto e Portugal com 115 anos de vida e muitos mais ainda para honrar o seu passado.

Quando em 1904, José Marques Barbosa e José Meirelles, dois jovens remadores se lembraram de formar um clube, nunca imaginaram que volvidos todos estes anos o centenário Sport Club do Porto tornar-se-ia num dos mais ecléticos emblemas nacionais, com equipamentos desportivos numa e outra margem do rio Douro que o viu nascer e em diversos municípios.

É esta dispersão territorial e de equipamentos, aliada à vasta oferta ao nível das modalidades – andebol, culturismo, dança, desporto adaptado, desporto automóvel, esgrima, fitness, futebol, ginástica, halteres, hipismo, hóquei em campo, náutica de recreio, rugby, padel, patinagem artística, ténis, vela e voleibol –, que fazem do Sport um caso ímpar no desporto, mas também ao nível da promoção turística.

Da Marina do Freixo ao Centro de Vela, em Leça da Palmeira, do Centro de Remo em Gaia ao Centro Hípico na Prelada, não faltam as mais variadas valências para quem procura nesta área metropolitana muito para além dos habituais roteiros turísticos, que complementado com a sua vasta oferta na Vila Desportiva do Sport, no Parque da Cidade, torna o nosso clube num ‘anfitrião’ de excelência, com equipamentos sem paralelo e em tão grande escala em todos estes municípios por onde se distribui: Gaia, Matosinhos e Porto.

Toda esta oferta ao nível de equipamentos tem também implícita uma história desportiva sem paralelo de 115 anos, traduzida em muitos títulos nacionais nas mais diversas modalidades e constantes presenças de alguns dos nossos mais brilhantes atletas em Campeonatos da Europa, Taças do Mundo, Campeonatos do Mundo e Jogos Olímpicos.

Entre os muitos nomes que passaram pelo Sport, recordamos com orgulho o cineasta Manoel de Oliveira que muito antes de ser uma personalidade incontornável do cinema mundial foi atleta do Sport nas mais diferentes modalidades. Para além de ter sido triplo campeão de salto à vara e piloto de automóveis, foi juntamente com o seu irmão Casimiro trapezista na nossa primeira companhia de circo.

É assim o Sport, em que a para além da vertente desportiva tem tido um papel sem igual na formação de sucessivas gerações de jovens que habitam esta área metropolitana ou que em dado momento da sua vida académica também passaram pelo Porto.

Exposição Escher na Alfandega
29 Março, 2019 / , , ,

O Hey Porto falou com Frederico Guidiceandrea, um dos curadores da exposição e um grande especialista da obra de M.C. Escher

– O que pode o público esperar desta exposição no Porto?

Esta exposição cobre toda a carreira artística de MC Escher, começando pelos seus trabalhos iniciais que reflectem a influência do seu professor, Jesserun de Mesquita, um expoente máximo da arte nova nos Países Baixos. Um espaço importante é dedicado ao período italiano, às imagens nocturnas de Roma, às paisagens do sul de Itália e aos estudos da natureza.

Nas zonas seguintes são apresentados os seus trabalhos mais conhecidos: as tesselações, os edifícios impossíveis, as fitas, os sólidos regulares, as superfícies reflectivas e as metamorfoses. A exposição continua com trabalhos esporádicos que MC Escher criou por encomenda tal como bookplates, cartões comemorativos, selos postais e outros.

A exposição termina com um amplo espaço dedicado à Eschermania, onde é demonstrada a influência de MC Escher na iconografia dos séculos 20 e 21. Capas de livros, posters psicadélicos, capas de LPs, banda desenhada, revistas, clips de vídeo e trabalhos de artistas contemporâneos inspirados em MC Esher.

Ao longo da exposição uma série de jogos experimentais trazem o público ao mundo de MC Escher. É possível experienciar os paradoxos da percepção codificados pelas leis de Gestalt e entrar fisicamente em algumas obras do artista.

– Como define a arte de Escher?

A arte de Escher pode ser interpretada por camadas. À primeira vista o espanto prevalece, e depois ao observar mais profundamente poderá descobrir mais e mais detalhes: paradoxos de percepção, estruturas matemáticas, referências à paisagem italiana e aos grandes artistas do passado. Todas as vezes que monto esta exposição, apesar de já ter visto as obras centenas de vezes, descubro sempre algo novo.

– Quais são as suas principais referências?

A sua principal influência, especialmente na sua fase inicial, é certamente a arte do seu mentor Jesserun de Mesquita, que foi um importante expoente da arte nova holandesa. Mais tarde em Itália tomou contacto com os expoentes do Futurismo, em particular com um movimento chamado ‘Aeropittura’ que retratava cenas e paisagens de cima com um uso incomum de perspectiva. Nos seus últimos trabalhos a maior influência veio do contacto com o mundo da matemática, especialmente da correspondência que manteve com importantes matemáticos como Roger Penrose or Harlod Coxeter que foi base de muitos trabalhos icónicos.

– Escher é intrigante, perturbador, desconcertante, um verdadeiro génio. Concorda?

Sim, o seu trabalho captura várias tendências da sociedade tecnológica. Teorias científicas modernas tais como a teoria da relatividade ou da física quântica mudaram profundamente a modo como vemos o mundo. O mundo não é como o observamos, numa escala muito grande ou muito pequena pode ser muito contra-intuitivo e paradoxal. MC Escher, através das suas tesselações e estruturas impossíveis, abre uma janela que nos permite ver a complexidade do mundo.

Um porto sempre a festejar
18 Fevereiro, 2019 / ,

Tiago Pinto Leite é um empresário de 50 anos com um currículo de 30 anos na restauração, bares e discotecas. Abriu espaços como Voice Club, Twins foz, River Café, Chic e Stox Club. Colaborou no Indústria Club, Estado Novo, Praia da luz e Cais 447 entre muitos outros.

A cidade é hoje fértil em oferta para uma noite animada. Hoje fica um roteiro mais no centro do Porto, local fervilhante e que ano após ano ganha novos espaços. Aqui fica a minha sugestão para uma noite inesquecível.

Se tem mesa tarde e quer beber um copo antes de jantar, aconselho a que comece pelo BASE. Com vista para a Torre dos Clérigos, é um espaço com jardim e esplanada. No verão a animação nos jardins é grande.

Depois siga então para jantar. E ficam aqui duas sugestões não muito longe uma da outra. O FLOW de cozinha mediterrânea com uma decoração linda e exótica, com um pátio exterior muito bonito. Aconselho pela maravilhosa comida e um ambiente cosmopolita. Ou então o BOA BAO de comida tailandesa e com excelentes cocktails. A sua decoração transporta-nos para um ambiente oriental e com um serviço espetacular. Como não aceitam reservas, convém ir cedo.

Após o jantar nada como ir ao VOGUE Café. Paredes meias com o lindíssimo Hotel Infante Sagres, um espaço com muito charme, decorado pelo conceituado decorador Paulo lobo.

Para começar a ganhar um andamento para a noite a minha sugestão é a CASA DO LIVRO. Um dos bares mais antigos da baixa, com uma decoração muito bonita e acolhedora. Com bom ambiente e costuma ter música ao vivo e ao fim de semana tem sempre DJs. Se preferir Jazz ou Blues a sugestão vai para o Bar HOT FIVE JAZZ AND BLUES CLUB.

 

E para terminar em grande a Discoteca PLANO B – Um espaço com uma decoração muito à frente, com dois pisos, duas áreas distintas com DJs , uma mais pop/ rock / funky e a outra mais música eletrónica. Passam por lá grandes nomes da música eletrónica portugueses e internacionais. É talvez o espaço mais frequentado por turistas!

No fim para recuperar forças vai uma roulotte? Divirta-se na cidade e saiba que há sempre mais para descobrir.

ESSÊNCIA DO VINHO DE REGRESSO
8 Fevereiro, 2019 / ,

Realizado pela primeira vez em 2004, ESSÊNCIA DO VINHO – PORTO é uma organização da Essência do Vinho e Revista de Vinhos, em parceria com a Associação Comercial do Porto que se realiza uma vez mais no Palácio da Bolsa nos dias 21 a 24 de Fevereiro. A última edição do evento recebeu cerca de 20.000 visitantes, 35% dos quais estrangeiros.

Promovido desde 2004, este evento é considerado como a principal experiência do vinho em Portugal, colocando em prova milhares de referencias de todo o mundo e promovendo um programa que inclui dezenas de atividades cuidadosamente planeadas para oferecer uma experiência única a todos os que nele participam, desde os produtores aos profissionais e consumidores

Nesta 16ª edição, os participantes vão poder descobrir e surpreender-se com a prova livre de mais de 3.000 vinhos de 400 produtores, de todas as regiões vitivinícolas portuguesas e internacionais, num dos destaques da programação que permite estabelecer ou desenvolver contactos com os principais intervenientes do setor e conhecer os bastidores da produção.

Serão quatro dias dedicados ao conhecimento e ao despertar de sentidos, com rótulos raros e exclusivos apresentados por especialistas de renome convidados em masterclasses, provas comentadas, harmonizações enogastronómicas, partilha de experiências e degustação de petiscos, numa atmosfera descontraída.

Entre as masterclasses e provas comentadas, destaque para a Grande Prova “TOP 10 Vinhos Portugueses – Revista de Vinhos”, que vai reunir uma seleção dos vinhos mais bem pontuados por um prestigiado júri internacional da Revista de Vinhos no Salão Árabe do Palácio da Bolsa. Constituído por jornalistas, críticos de vinhos e sommeliers, o painel vai eleger os melhores vinhos brancos, os melhores vinhos tintos e os melhores vinhos fortificados.

ESSÊNCIA DO VINHO – PORTO realiza-se dia 21 de fevereiro das 15h às 20h, dias 22 e 23 das 15h às 21h e dia 24 de fevereiro das 15h às 20h, numa organização da Essência do Vinho e Revista de Vinhos, em parceria com a Associação Comercial do Porto. Já é possível a compra antecipada de bilhetes para o ESSÊNCIA DO VINHO – PORTO já está disponível em:

www.essenciadovinhoporto.com/pt/informacoes-uteis.

A entrada de um dia tem o valor de 20€ e inclui copo de provas Riedel.

No local e nos dias de realização do evento, a mesma entrada terá o custo de 25€.

 

Noite no Porto
10 Janeiro, 2019 / , ,

Necessário é começar esta jornada com a barriga forrada. Criar uma muralha que se dispõe a proteger-nos das agressões que nos estamos prestes a sujeitar. Para

isso, não há melhor que uma francesinha. O local? O Requinte, ainda em Matosinhos, que promete proteger todos aqueles que se aventuram no Porto.

A noite é um crescendo, e, se jantamos em Matosinhos é necessário começar a subir a Avenida da Boavista onde, a meio dela, é obrigatório fazer uma pit stop no Bar 1900, no Foco. O ambiente jovem e a mística que o cobre, são sinais de um futuro promissor. Aí, bebe-se cerveja, minis geladas, ou cocktails brilhantemente preparados pelo seu dono: o Martins, como por todos é conhecido.

No entanto, isto é só um warm-up. Quando começam a soar as dozes badaladas e os sinos reconhecem a viragem do dia, é tempo de nos fazermos ao mar e continuar a subir a Boavista em direção à Baixa do Porto. Aí, o mundo começou. Adega Sports, Adega D.Leonor e o 77 são os pontos de paragem obrigatória. Também, esses locais não são eternos e quando o seu fecho se começa a tornar previsível chega a hora das indecisões: dar um pézinho de dança ou “partir” uma noite. Para quem está disposto a tornar a sua noite épica, na minha opinião, só há um local a ir: Bôite. Espaço refinado, cantos de muitas histórias, onde somos bem servidos e bem recebidos, com a música da voga e um ambiente de loucura mais ou menos generalizado. No entanto, para os menos aventureiros, o Rendez Vous ou Porto Tónico são sempre bons lugares para esticar as pernas. Estes nunca desiludem e são um porto seguro de diversão comedida.

É necessário terminar como começamos, na Rainha da Foz acompanhados de uma francesinha ou de uns “panados à Rainha” e um fino, gargalhadas e recordações de uma noite recente que promete perdurar na nossa memória.

 

Zeca Couceiro da Costa

Porto, um mundo de expressões
6 Dezembro, 2018 / ,

Nunca fez sentido comparar cidades do mundo ao Porto. A regalia de poder comer uma francesinha em cada esquina e de beber uma cerveja numa esplanada da ribeira é algo que todos os que aqui vivem ou nos visitam têm acesso. Mas existem detalhes que fazem distinguir aquele que é um verdadeiro tripeiro: A pronúncia singular e as expressões sem igual.

Se tivesse de dizer a primeira expressão portuense que ouvi na vida, ainda que seja impossível dizer que é verdade, teria de ser algo que ouvi no dia do meu nascimento. Era capaz de jurar que o médico ao ver o meu pai numa situação de êxtase, ter-se-á aproximado, exclamando: “Veja lá, tenha cuidado ou ainda lhe dá o badagaio. Mas o que é isto, “de lhe dar o badagaio”? É tão simples como dizer “Veja lá, que ainda desmaia”.

Mas quer outra expressão típica do Porto e que o pode ajudar na sua estadia: Jecos. Seria ofensivo tratar um cão, não sabendo o seu nome, apenas por cão. E é aí que entram as boas maneiras portuenses: todos os cães têm nome, são todos Jecos. Já sabe se ouvir dizer “CUIDADO COM O JECO” corra.

E como não há duas sem três, aqui vai uma fundamental para a sua estadia no Porto: Fino. O fino é mais do que uma simples cerveja. É um instrumento de conversa, de desculpa para combinar um programa.

Engana-se aquele que pensa que o Portuense não tem um cartão de identificação próprio. A pronúncia e as expressões do Norte, é aquilo que nos faz ser tão únicos, tão diferentes e ao mesmo tempo tão facilmente reconhecidos.

Sugestões – Marco lo Faro (Erasmus)
15 Outubro, 2018 / , ,

Nacionalidade: italiana

Experiência internacional: estágio ao abrigo do programa Erasmus+

Antes do Porto, as minhas paragens de Erasmus foram Madrid e Barcelona: duas cidades populosamente cheias de vida. No entanto, o meu tempo no Porto foi de longe o melhor que eu poderia ter imaginado. E comunidade internacional vibrante que o Porto oferece. Assim que cheguei senti-me bem-vindo e tive a sensação de que todos se conheciam ou queriam ser amigos.

 

  1. Uma sugestão de restaurante a ir no Porto

Tasquinha dos sabores (restaurante favorito)

 

  1. Um bar que é mesmo preciso conhecer

Labirintho Bar

 

  1. Um passeio a dar pelo Porto

Rua Santa Catarina para dar um passeio e ir às compras

 

  1. Um local para estudar

Livraria Lello para estudar ou para ir quando se está com falta de motivação para estudar. Este lugar inspira qualquer um a escolher um livro e começar a ler.

 

  1. Um segredo da cidade do Porto

Ponto Panorâmico desde o Guindalense Futebol Clube.

 

Sugestões – Elien Declerck (Erasmus)
15 Outubro, 2018 / , ,

Nacionalidade: belga

Experiência internacional: estágio e atualmente está a viver e a trabalhar no Porto, cidade para onde se mudou por aqui ter encontrado o seu namorado.

  1. Uma sugestão de restaurante a ir no Porto

Bira dos namorados, na Rua de Ceuta. É um restaurante que abriu recentemente, mas que já existia em Braga. É uma hamburgueria e pregaria, com uma ementa simples mas muito boa. Adoro o espaço porque está repleto de motivos minhotos com um estilo próprio e é quase tudo construído através de materiais reutilizados.

  1. Um bar que é mesmo preciso conhecer

Capela Incomum, na Travessa do Carregal, na zona de Cedofeita. É um bar dentro de uma antiga capela do século XIX.

 

  1. Um passeio a dar pelo Porto

Recomendo muito um passeio de bicicleta, junto do rio Douro, até o Foz. Há vários sítios junto da Ribeira onde se pode alugar uma bicicleta, por isso, não há desculpas para não fazer este passeio. Depois, quando chegar ao Foz, é obrigatório comer peixe num dos restaurantes!

 

  1. Um local para estudar

E-Learning Café no Jardim Botânico. Além de ser um espaço para estudar, o e-learning café também organiza vários eventos académicos e culturais. O jardim é o cenário perfeito para fazer uma pausa e um piquenique, antes de voltar a estudar.

 

  1. Um segredo da cidade do Porto

O ingrediente secreto do molho da francesinha! Ainda não descobri. O Porto tem vários restaurantes bons para comer francesinha. O meu favorito é o restaurante Santiago. Foi lá onde comi a minha primeira francesinha e fiquei fã!

Douro Academy
7 Outubro, 2018 / ,

A Douro Academy é o local perfeito para todas as suas experiências de surf e canoagem.

A academia está situada na Douro Marina, em Vila Nova de Gaia, numa das mais belas paisagens da região norte, junto ao Rio Douro e com o oceano mesmo à vista. A localização é, assim, ideal para quem pratica ou quer aprender desportos náuticos. Pode trazer o seu barco ou prancha ou alugar o equipamento da academia.

Quer seja para treinar, aprender ou passear, a Douro Academy tem disponíveis várias experiências que permitem usufruir da paisagem enquanto se pratica desporto. É possível marcar aulas de Surf, Stand Up Paddle (SUP), Surfski e Kayak Surf, bem como passeios de caiaque e SUP, ideais para apreciar a beleza das margens do Douro.

 

 

Os preços e condições de participação são explicados de forma detalhada no site www.douroacademy.com.

Informações:

Douro Academy

Douro MarinaRua da Praia, Vila Nova de Gaia

GPS: 41º 08’ 35’’ N | 8º 39’ 02” W

Tel: + 351 914 322 630

E-mail: info@douroacademy.com