As esculturas do Jardim de S. Lázaro

As esculturas do Jardim de S. Lázaro

Nas proximidades da Escola Superior de Belas Artes do Porto, espalhadas pelo Jardim de São Lázaro, há um conjunto de esculturas que não deve deixar de ver.

Estátua de de Barata Feyo

António Carvalho da Silva foi um pintor português que mais tarde adoptou, como apelido, o nome da sua cidade natal, ficando assim a ser conhecido como Silva Porto.

Estudou na Academia Portuense de Belas-Artes, estagiou em Paris e em Itália, e em 1879 regressou a Portugal.

Entre outros, recebeu a medalha de ouro da Exposição Industrial Portuguesa de 1884 e a primeira medalha do Grémio Artístico.

O busto de bronze é da autoria de Barata Feyo, um escultor e professor, que teve uma importante acção pedagógica enquanto professor da Escola de Belas-Artes do Porto.
Foi figura maior da segunda geração de escultores modernistas portugueses, do sec XX e esculpiu este busto em 1950,

Escultura Ternura de Henrique Moreira

A escultura Ternura está ao centro do jardim, e relembra os portugueses mortos na Grande Guerra de 1914-18.

Henrique Moreira formou-se na Academia Portuense de Belas-Artes.
Deixou-nos vastas obras notáveis, como a Floreira decorativa da Avenida dos Aliados A sua obra tem uma expressividade naturalista, e a tendência da Art Déco.

Escultura o Torso de João Cutileiro

João Cutileiro frequentou os estúdio de Jorge Barradas e de António Duarte como voluntário e foi com este ultimo que pela primeira vez teve contacto com a pedra.
Apresentou a sua primeira exposição individual em 1951, com apenas 14 anos.
Frequentou a Escola Superior de Belas-Artes de Lisboa, e da Slade School of Art em Londres.
As temáticas que abordava eram o amor, o desejo e a plenitude do ser, cuja revelação no domínio da natureza é celebrado com respeito e simplicidade.

Marques de Oliveira de Soares dos Reis

Pintor naturalista e crítico de arte, Marques de Oliveira, nasceu na cidade do Porto em 1853.
Na Academia Portuense de Belas-Artes, destacava-se como um dos melhores alunos no curso de Pintura Histórica.

Após uma breve passagem por Itália, regressou ao Porto. Teve uma carreira de ensino notável e introduz a pintura ao ar livre em Portugal com o desenho como base de todas as obras. A sua longa carreira de ensino foi considerada notável, e levou os alunos ao contacto directo com a natureza.

Em 1929, dois anos após a sua morte, o Porto prestou-lhe homenagem, inaugurando um monumento em sua honra da autoria do seu amigo e conterrâneo escultor naturalista Soares dos Reis, no Jardim de São Lázaro.

O porte altivo do grande paisagista é suportado por um busto de dimensões alongadas. A estrutura rectilínea e triangulada do rosto com pequenos toques angulosos e impressivos no cabelo, barba e sobrancelhas.

(Visited 101 times, 1 visits today)
20 Janeiro, 2021 / , ,
Comments

Comments are closed here.

Publicidade
 Instagram #heyporto
No images found!
Try some other hashtag or username
Subscreva a nossa newsletter!