Jaime Isidoro

Jaime Isidoro

O Porto foi o tema principal das suas pinturas

Nasceu a 21 de Março de 1924, estudou desenho e pintura na Escola Soares dos Reis, no Porto, e a sua primeira exposição individual em 1945, na cidade do Porto, no então designado Salão Fantasia (na Rua 31 de Janeiro).

O Porto foi o tema principal dos seus quadros, principalmente aguarelas.

Em paralelo com a sua carreira de pintor, manteve uma vasta acção de animador cultural, galerista e professor, estando ligado a momentos importantes das artes plásticas na cidade do Porto e no país. Promoveu os Encontros Internacionais de Arte na década de 1970 e editou a Revista de Artes Plásticas, que contou com a colaboração de críticos e artistas portugueses de relevo, demonstrando um interesse particular pela concretização de projectos culturais inovadores

Em 1978, fundou a Bienal de Arte de Vila Nova de Cerveira, no Alto Minho, que viria a tornar-se na principal bienal de arte do país. Nos últimos anos da sua vida, Jaime Isidoro esteve ainda ligado à bienal, sendo presidente da mesa de assembleia geral do Projecto Núcleo de Desenvolvimento Cultural, que organiza a iniciativa de Cerveira.
Recebeu os prémios Armando Basto (1954), António Carneiro (1955), Henrique Pousão (1957). Foi ainda distinguido com a Medalha de Mérito Cultural da Câmara de Cerveira (1982) e com as medalhas de ouro das câmaras do Porto, em 1988, e de Gaia, em 2002. Está representado em coleções públicas e privadas, entre as quais: Museu do Chiado; Museu Machado de Castro entre outras. Em 2006 apresentou uma exposição antológica da sua obra na Casa-Museu Teixeira Lopes, em Vila Nova de Gaia

A 10 de Junho de 2006, foi feito Grande-Oficial da Ordem do Mérito.

(Visited 18 times, 1 visits today)
17 Setembro, 2020 /
Comments

Comments are closed here.

Publicidade
 Instagram #heyporto
No images found!
Try some other hashtag or username
Subscreva a nossa newsletter!