O Jardim dedicado às mulheres

O Jardim dedicado às mulheres

Inaugurado em 1834, o Jardim Marques de Oliveira, é de concepção romântica, podendo destacar-se a sombra das suas grandes magnólias, as suas imponentes tílias, o colorido das suas camélias e os sons do lago central.

O Jardim de São Lázaro, é o mais antigo jardim municipal da cidade do Porto.
A sua designação advém da antiga gafaria medieval, aí instalada no princípio do século XVI, e que veio a ser demolida no século XVIII.

Este fresco jardim é uma agradável surpresa para quem passa, pois está muito bem cuidado e frondoso.
Foi desenhado por João José Gomes, o primeiro jardineiro municipal do Porto, e apresenta ainda hoje o seu desenho original.

Destacam-se a fonte, o coreto, e as esculturas espalhadas pelo jardim, de vários artistas de renome nacional como Soares dos Reis.

Durante a Guerra Civil portuguesa, o Porto esteve rodeado por um cerco entre Julho de 1832 e Agosto de 1833. Foi um cerco pesadíssimo para os portuenses: às investidas das tropas miguelistas, somavam-se inimigos silenciosos como a cólera, o tifo, a fome e o frio, que transformou as belas árvores da invicta em lenha para a população.

A 27 de Janeiro de 1833, D. Pedro IV ordenou a construção do Jardim de S. Lázaro, dedicado às mulheres desta cidade, para de alguma forma as compensar pelas duras provações enfrentadas durante o Cerco. Pretendia-se que este fosse um recanto das senhoras portuenses!
Embora modesto em tamanho e parco de vistas, rapidamente se tornou popular entre a fina sociedade – um lugar obrigatório de reunião das famílias do Porto. Durante 30 anos, esta miniatura de Passeio Publico, foi o centro do janotismo e da moda da cidade.

Sem vista para a barra do Douro, sem passeios largos e arejados, encerra contudo um suave perfume, que contrasta com o ambiente urbano em que se insere.

É o ponto de encontro dos reformados que jogam cartas, ponto de passagem de muitos locais, um lugar de repouso para os turistas. Próximo da Faculdade de Belas Artes, é também muito frequentado por estudantes.

A nascente do jardim está a Biblioteca Pública Municipal e, a sul, a magnífica fachada barroca do antigo convento de São Lázaro, atribuído a Nicolau Nasoni.

O jardim é o único da cidade que ainda está envolvido por um gradeamento. É um dos mais bonitos jardins românticos do Porto.

(Visited 40 times, 1 visits today)
20 Janeiro, 2021 / ,
Comments

Comments are closed here.

Publicidade
 Instagram #heyporto
No images found!
Try some other hashtag or username
Subscreva a nossa newsletter!