Museu Nacional Soares dos Reis

Museu Nacional Soares dos Reis

O museu que era uma fábrica

É o museu público mais antigo do país, mas já foi fábrica e habitação de uma família de negociantes.

O edifício começou a ser construído em 1795, para servir de habitação e fábrica da família Moraes e Castro, sendo um exemplo da arquitetura neoclássica que dominava a cidade do Porto nesse período. A decoração de interiores é requintada e foi feita pelos melhores artistas da época.

O então designado Palácio dos Carrancas recebeu – mesmo sem o acordo dos seus proprietários – personalidades como o General Soult (durante as Invasões Francesas), o Duque de Wellington, o General Beresford ou o príncipe Guilherme de Nassau. Foi também refúgio de D. Pedro IV, durante a guerra que este travou com o irmão.

Em 1861 foi transformado em Paço Real, para receber os reis quando visitassem o norte de Portugal. Com a implantação da República perdeu esta função, mas o último rei de Portugal estipulou, em testamento, que fosse entregue à Misericórdia, para que nele se instalasse um hospital. Como o anterior Museu Nacional Soares dos Reis (que funcionava desde 1833 em São Lazaro) estava em más condições, foi negociada a sua transferência para o Palácio dos Carrancas. O atual museu foi inaugurado em 1942.

 

(Visited 137 times, 1 visits today)
22 Agosto, 2017 /
Comments

Comments are closed here.

Publicidade
 Instagram #heyporto
No images found!
Try some other hashtag or username
Subscreva a nossa newsletter!