A Foz Velha passo a passo

A Foz Velha passo a passo

São capelas construídas em meados do século XVIII, destinadas à procissão do quarto domingo da Quaresma e simbolizando os passos de Cristo na Via Sacra. Podem ser percorridas num agradável passeio a pé, que permitirá também conhecer uma das zonas mais bonitas do Porto.

A procissão percorria 15 capelas, mas apenas cinco tinham uma estrutura fixa (as restantes eram montadas para a ocasião) e todas elas resistiram ao passar do tempo: Passo do Passeio Alegre; Passo da Rua Bela; Passo de Santa Anastácia; Passo da Rua do Alto da Vila e Passo do Largo do Rio da Bica.

Estas capelas de granito trabalhado têm uma estética barroca, com pequenos oratórios no exterior e um medalhão na parte superior. No interior, cada altar tem uma pintura dedicada aos Passos da Paixão de Cristo.

Os passos foram mandados construir pela Confraria do Senhor dos Passos e de Nossa Senhora da Soledade e dão da autoria de Manuel dos Santos Porto.

Onde ficam:

– Passo do Passeio Alegre – Rua do Passeio Alegre, junto à rampa de acesso à Igreja de S. João da Foz
– Passo da Rua Bela
– Passo de Santa Anastácia – fica na Rua do Padre Luís Cabral
– Passo da Rua do Alto de Vila
– Passo do Largo do Rio da Bica

Outros pontos de interesse nesta zona:

Arcos da rua do Montebelo – Terão servido outrora como parte do aqueduto que abastecia de água a residência dos Frades de Santo Tirso, que na altura eram os proprietários das terras da Foz do Douro.

Igreja de São João da Foz – Igreja barroca, com oito altares laterais de talha barroca. Na fachada possui um nicho onde se exibe a imagem de São João Baptista.

(Visited 598 times, 1 visits today)
26 Junho, 2017 /
Comments

Comments are closed here.

Publicidade
 Instagram #heyporto
No images found!
Try some other hashtag or username
Subscreva a nossa newsletter!